CRONOGRAMA

24/10 - 18h30
ZERO DE CONDUTA (Zéro de conduite : Jeunes diables au collège)
Jean Vigo, 1933.  47 min.

Um grupo de quatro meninos se rebela contra o sistema repressivo e as rígidas regras de um colégio interno francês em um dia festivo. Um verdadeiro ato de rebelião é instaurado na escola. Os quatro diabinhos (no subtítulo do filme: diabinhos na escola) acabam sendo bem sucedidos na rebelião e triunfam em um telhado, parecendo prontos a alçar voo.
 
Debatedor: Jorge Larrosa [Universidade de Barcelona/Espanha]
 


25/10 - 18h30
SER E TER (Être et avoir)
Nicholas Philibert, 2002. 1h 45m.
 

O documentário mostra a rotina de uma escola de ensino fundamental, na região rural da França, que tem apenas uma classe. O filme conta as dificuldades e dedicação ímpar de um professor - George Lopez - que tem de lidar com alunos entre 4 e 11 anos. Às vésperas da aposentadoria, Lopez mostra como se preocupa em educar a turma não só no que diz respeito aos conteúdos curriculares. Com uma paisagem de montanhas e terras agrícolas, o filme acompanha um ano letivo.


Debatedora: Patrícia de Moraes Lima [Coordenadora do NUVIC/CED/UFSC]
 


26/10 - 18h30
ELOGIO DE LA ESCUELA
Cinema en curs, 2010. 53 min.
 

Filme realizado nos anos de 2009 e 2010 pelos alunos de P3 ao 6º da Escola de Bordils, acompanhados por seus professores, em seu 75º aniversario. Os alunos pesquisaram, fotografaram, filmaram e refletiram sobre a escola


ESCOLTA
Pablo García Pérez de Lara, 2014. 29 min.

O dia a dia em uma escola na qual as crianças ouvintes e as crianças surdas dividem as aulas e uns e outros aprendem, entre outras coisas, a língua de sinais e a língua oral.


Debatedoras: Karen Christine Rechia [CA/CED/UFSC] e Caroline Jaques Cubas [FAED/UDESC]